18/09/2010


31 comentários:

GarçaReal disse...

Aqui estamos, na tua , na minha, nas nossas terras onde o sol brilha sem permissão, e se põe na mais profunda beleza.

Terras belas de imbomdeiro ofertando mucuas saborosas, de mirabilis única em deserto Namibiano , de acácias em flor e negrinhos belos e rechonchudos dançando merengue em torno da fogueira.

Que a saudade prevaleça e a memória não se apague.

Bjgrande do Lago e até......:)

MEU DOCE AMOR disse...

Garça Real:

É verdade.Já faz tempo que este espaço estava em repouso.Aproveitei o dia em que nasci e resolvi presentear a terra que me presenteou com todas essas belezas.

Um terra ímpar, sem dúvida, apesar das "maleitas" que proliferam por vários recantos...

Que a Luz os encaminhe...


Beijinho doce:)

poetaeusou . . . disse...

*
África da esperança,
sem destemperança !
,
belas fotos,
,
Cheiros de África,
deixo,
,
*

Wanderley Elian Lima disse...

Lindas imagens e textos.
Bjux

gaivota disse...

lindas fotos, uma maravilha
o que me faz um recordar daquelas terras africanas e de curtas passagens por lá...
"várias" áfricas, todas iguais e todas diferentes!
beijinhos

Lilazdavioleta disse...

Dos teus espaços , o meu preferído .( gostava da cabeça de leão )

Sinto - me bem neste espaço .
Não sou de lá , por nascimento , mas por lá passei e nunca esqueci .

Parabéns atrasados .

Beijo grande ,
Maria

MEU DOCE AMOR disse...

PoetaEuSou:

África de Esperança...mas tanta miséria ainda.Tanta...

Beijinho doce:)

MEU DOCE AMOR disse...

Wanderley:

Tudo belo, por aquelas patagens.

Tanta coisa para fazer...e nós neste lado com tanata coisa já feita ....

Beijinho doce:)

MEU DOCE AMOR disse...

Gaivota:

Várias Áfricas sim...num pano de fundo colorido!

Boas recordações.

Beijinho doce:)

MEU DOCE AMOR disse...

LilazdaVioleta:

Se gostas fica.Senta-te, vê ,lê, ouve a música...

Gostavas da cabeça do leão? Mas na Savana vivem leões e leoas.Estas têm um papel fundamental...e ficam giros os dois a descansarem assim...

Beijinho doce:)

Nilson Barcelli disse...

Nunca fui a África... mas gostava.
Escolheste belíssimas fotos.
Beijos, querida amiga.

Paulo disse...

Meu Doce Amor, vim visitar-te no teu cantinho mais africano, onde a Leoa repousa os seus pensamentos.

Engraçado fazê-lo 2 vezes, quando a primeira vez que te comentei e me respondeste e agora na última vez que te predispões a pausar ou dizer adeus.

Aqui neste pedacinho de ti descobri que nasceste em África, Mussulo. Delicia de coincidência eu ter nascido em África, em Camacupa, agora talvez percebas mais a empatia que senti por ti, por tuas carinhosas palavras, sempre. Também é o que se esperava haver cumplicidade entre um Oxossi e uma Oxum. Ah pois é LOL a vida é feita de tantas coincidências, aquilo a que uns chamam sincronicidade e outros de magnetismo pessoal ou ainda pessoas que pensam e vibram de maneira semelhante acabam por se encontrar nesta vida, de uma forma ou de outra na altura certa, no momento exacto.

Gostei muito de te conhecer pela escrita, és uma rainha africana, felina no olhar perspiscaz, doce nas palavras transcritas e meiga de gestos. Agora compreendo porque que te assenta bem o nome que escolheste de "Meu Doce Amor".

Gostava de te ter dito há mais tempo, hesitei porque esperava o post certo ou momento adequado, ao voluntariamente te retirares dos blogs, é agora mais justo que saibas o que penso de ti.

Tenhas uma vida longa e Próspera rodeada de gente querida e amada por ti :)

Paulo Silva

rouxinol de Bernardim disse...

Lindas fotos e mensagem cheia de talento...

Nilson Barcelli disse...

Meu doce amor... já vi as fotos trezentas vezes... quando publicas novo post?
Beijos, qyerisa amiga.

MEU DOCE AMOR disse...

Nilson Barcelli:
Tenho que cumprir uma pormessa, ou seja, quando vires 304 vezes eheheh!!!

Beijinhos

Nilson Barcelli disse...

Quatrocentas...
Um beijo, querida amiga.

Laura disse...

Eu sei, é terra de esperança mas de muita miséria, enquanto os homens não souberem viver em comunhão, nada feito...

Vivi em Luanda de menininha até aos 22, e que felizes dias não foram.

Beijinho da laura

sonho disse...

Uau...que beleza de imagens:)
Beijo d'anjo

Vieira Calado disse...

Espectaculares imagens!

Saudações poéticas

Fabrício Santiago disse...

adorei as fotos e o fundo musical, show.
beijos

PS:Aproveito pra avisar que a acanhada Narroterapia foi atualizada por mim.

É o 3º capítulo da saga Autópsia de uma Corneada. Te espero por lá com seus comentários.

http://narroterapia.blogspot.com/2011/03/autopsia-de-uma-corneada-iii.html

Evanir disse...

Não me permito ficar sem fazer minhas visitas.
Como está quase impossivel para mim teclar
fasso tudo que consigo fazer nesse momento.
De uma forma ou de outra deixar meu carinho
e agradeço por Deus ainda me permitir
a isso.
E dentro de mim tenho certeza
nenhum amigo ou amiga
vai criticar por levar cola.
Mais entender minha fidelidade
e o amor que tenho por todos.
Minha alma e coração agradece
todo carinho que recebo.
Tenho certeza que aos poucos
ficarei bem pois não nasci assim.
Deus abençoe seu carinho comigo
e me resguarde para não deixar de vitar você.
Um feliz Domingo beijos no coração
amiga pra sempre,Evanir.
Etarei lendo sua postagem e
trazendo comigo como um balsamo
para o meu coração.

Fabrício Santiago disse...

Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Fabrício e cheguei até vc através do Blog do São. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir meu blog Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. Estou me aprimorando, e com os comentários sinceros posso me nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs

Narroterapia:

Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.

Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

Abraços

http://narroterapia.blogspot.com/

O Profeta disse...

Nesta terra linda e verde
As pedras guardam mil e um segredos
Um arpão rasga o ar na procura do mal
Um traidor veste um fato de mil medos

As águas lavarão a lama do caminho
O vento alisará as pegadas na areia do Mar
O tempo ficará suspenso por um momento
Para eu…Orar, Caminhar, Amar…

Mágico beijo

O Profeta disse...

É com “Palavras” que pintarei sonhos
Navegarei mares, voarei sobre o azul do Mar
Aqui virei com elas pintadas de ternura
Aqui dexei um pouco do meu sonhar

Foi um gosto aqui passar


Terno beijo

BlueShell disse...

Olha...é uma delícia vir aqui, ou a qualquer um dos teus outros blogs...este então...que maravilha...vale pelo conteúdo, pela forma, pela animação...é encantador e sedutor.
Obrigada por estares aí, ok?
Bj

O Profeta disse...

Um sótão cheio de lembranças
Escrevi no pó palavras sem nexo
Retirei uma cartola de uma caixa de cartão
E senti ao toque o poder da ilusão

Ilusões…
Um cavalo de pau perdido ao carrocel
Uma estola de um bicho qualquer
Uma escultura talhada a cisel

Uma foto a preto e branco
De uma mulher sem rosto
Uma janela virada para nenhum lado
Uma traquitana a imitar o sol-posto
Terno abraço

Jota Effe Esse disse...

Palmas para a Mama África, berço da humanidade. Meu beijo.

O Profeta disse...

De folhas de Outono se coroa uma tonta
Lancei pedras sobre as ondas furiosas
Teimosamente arde neste peito uma raiva
E vi muito lixo num covil de raposas

As coisas que um poeta vê
As coisas que que invadem uma alma demente
Num silencio contaminador, estonteante
Ouvi palavras de amargo presente

Cheguei finalmente a uma certa praia
Fiquei encoberto por uma mancha de gaivotas
Na impressionante fachada da minha alma
Fecham-se com estrondo todas as portas


Doce beijo

O Profeta disse...

Se o mar adormecer em desvario
As ondas não mais se formarem
Se as gaivotas se perderem do ninho
As árvores mais altas tombarem

Se o dia não encontrar a manhã
As nuvens deixarem de chorar água pura
Se as pedras da ilha roubarem a cor ao verde
As tua palavras deixarem de ser raiva dura

E passei para te deixar a minha palavra...


Doce beijo

Antônio Lídio Gomes disse...

Olá minha amiga.
é um prazer vir aqui e conhecer teu lindo recanto.
Seja sempre bem-vinda.
Um abraço.
Beijos.

poetaeusou . . . disse...

*
Amiga,
,
uma Quadra Feliz,
entre ondas de Saúde,
desejo-te.

Luzentes Conchinhas,
ficam .
*