08/07/2006

CHEGADA À EUROPA.

Cheguei a outra Terra-Europa;foi uma grande odisseia.Perdi o LEÃO,e todos os outros.Vão 31 anos,naquele Fevereiro,em que parecias doente,cansado...Já se tinha decidido empreender a longa viagem para Norte!Perdi as primeiras Crias,nem um beijo deixaste!Pouca coragem já tinhas...Esperei tanto,mesmo ao pé do mar,mas senti que nunca mais te viria...nem o teu olhar meigo e feroz...Ficaste para trás,na luta pela sobrevivência...

Quando cheguei à Europa tive muito frio e não tinha amigos.Alguns apareceram,mas eram de raças diferentes...Nunca me dei bem...era tudo muito frio...Gelado...Cinzento...Triste...
Não havia savanas,nem zebras e gnus apetitosos...Só carne de talho.(Coisas de Humanos!).Mas fui crescendo,estudei e encontrei um LEÃO Guerreiro e forte que me aceitou .Acasalámos e temos duas belas Crias.Adoro a sua juba ,de todo poderoso,morde-me meigamente o pescoço,os olhos são meigos,beija-me frequentemente,gosta do ritmo dos batuques...Somos dois Continentes que um dia se abraçaram e continuamos unidos para sempre... TUA SELVA com a SAVANA no coração!

2 comentários:

Antojar de Emoções disse...

Sim. De facto, olhamavamos para todos os lados e tudo era diferente...esse tal frio, ainda é frio as vezes em mim. Tens o teu leaozinho, e isso basta para manter-te viva, porém o teu coração jamais se deixará arrefecer, ele nasceu para a quentura da vida. Sabes o leão não se rende.

Beijos

Vaguer

LEAOSEMSELVA disse...

Vaguer
Deixa esse maldito frio.Quero o meu Leão,aquele que "perdi"(?)para escaldar o meu coração.Nunca te rendas ...Nunca!Mas podes e deves "render-te" a mim!
BEIJOS ESCALDANTES

leaosemselva

Arquivo do blogue