13/07/2006

QUANDO AINDA ERA PEQUENITA....


Nasci em África,Angola,há uns anitos,na cidade do Lubango(ex Sá DA BANDEIRA) e fui viver para Luanda com quatro anos.Foi a partir da minha terra que tudo aconteceu.O despertar para a consciência social e cultural fez-se muito cedo,talvez precocemente,devido às motivações familiares.
Lembro-me de tudo!Lembro-me de dar os meus primeiros passos,cair no passeio e chorar muito,devido ao susto.Lembro-me de ter feito uma viagem de comboio até Serpa Pinto e ficar com os olhos inchados devido a uma conjuntivite.Recordo-me de ter sido picada por uma abelha,na varanda da minha casa.Voltei a chorar por causa das dores.E quando ia brincar para o parque!Adorava as imagens da Branca de Neve e dos Anões.Ah! E de umas aves pernaltas que andavam livremente pelos jardins e que adoravam roubar-me o chapéu...
Lembro-me da viagem nocturna ao Huambo(ex Nova Lisboa).Tinha três anos;fomos de carro(só mulhers e crianças) e tivémos uma avaria no motor.Era noite cerrada e ,hoje sei, que estivémos uma hora à espera de socorro.Saímos do carro ,por causa do calor;só ouvia os sons da Natureza e dos batuques trazidos pelo vento tropical.Fiquei com receio...Estava escuro e o capim era muito alto.Fomos socorridas pela tropa portuguesa que nos conduziu até à cidade.

Ainda hoje oiço aqueles batuques!É incrivel !Os gritos eufóricos,os cantares...De certo seria uma grande festa,que se desenvolvia em algum Kimbo(aldeia) ali perto...Verdadeiramente MÁGICO...Do Lubango, onde nasci, recordo-me das MUMUÍLAS na rua...lindas mulheres com peitos à mostra,os filhos nas costas,as tranças no cabelo,imensos colares e pulseiras nos pulsos e tornozelos...tudo tinha um significado nestas Mulheres e na sua beleza...com o andar airoso...dentes muito brancos encrustados num sorriso permanente,envolvidos por lábios carnudos e sensuais e pele luminosa... (continua...) tua Selva.

5 comentários:

Antojar de Emoções disse...

Agora és mulher. Mas como tudo ficou gravado em ti. Essas maravilhosas histórias da tua pequenez lembra-me alguém com quem em criança, partilhei as bricandeiras mais alegres da minha vida, podias ser tu, minha Leoa, certamente que sim.Trouxe-me a saudade desses tempos de volta. Agora estou sonhando por tua causa...

Aquele abraço...do mais carinhoso.

Vaguer

LEAOSEMSELVA disse...

Sonha...Sonha...Sabes aonde estou,vou para lá agora...Vamos até ao café,ao lado,olharmo-nos e sorrir,conversar...Não quebremos o pôr do sol!Recomecemos tudo.Vamos voltar a unir...Estarei à espera.

Adoro-te tua Leoa

Antojar de Emoções disse...

Estou num lugar que, em nada se pareça com o lugar onde pisas. Estou rodeado pelo mar imenso... quem sabe um dia não te encontro ao virar da esquina? Basta saber em que lugar do céu em que estrela, em que cantinho te vou buscar. Ah! talvez o destino me leve aos teus pés.

Um terno e doce beijo.

Vaguer

LEAOSEMSELVA disse...

Que lugar é esse rodeado por um mar imenso?Como podes encontrar-me ao virar da esquina?Como pode o destino levar-te aos meus pés?

Responde-me por favor!

Aonde fica esse lugar?

Estou triste,porque os leões não nadam no mar. "Um dia ..."Quando?

Em que esquina?

Abraço forte...

Maria Clarinda disse...

Eu nasci em Sá da Bandeira (4ªgeração) e fui com 18 anos para Luanda....Jinhos mil

Arquivo do blogue